Trama Afetiva

A Fundação Hermann Hering apresenta uma iniciativa inédita que vai reunir três importantes designers – Alexandre Herchcovitch, Marcelo Rosenbaum e Patrícia Centurion, na orientação de estudantes e profissionais interessados em desenvolver um processo criativo e produtivo mais afetivo e manual, que também vai contar com a colaboração das costureiras do Cardume de Mães.




Em sua primeira edição, o projeto acontece na cidade de São Paulo, nos meses de outubro e novembro, e tem como principal objetivo promover uma experiência colaborativa de aprendizagem em upcycling com foco em design, moda e empreendedorismo nas práticas transformadoras da Economia Afetiva - um modelo de produção e consumo voltado para a geração de valor e responsabilidade socioambiental por meio da ressignificação de processos e produtos.


É fato que o consumo mundial está passando por uma mudança significativa devido a um novo comportamento focado num pensamento ético e socioambiental. Segundo o diretor criativo Jackson Araujo, idealizador do projeto, “a indústria e o varejo precisam se aproximar das novas relações de criação, produção, educação e consumo. É necessário ficar atento à falta de sinergia entre o aprendizado formal de design e moda e a nova realidade de mercado que vem se estabelecendo. Nossa proposta é dar o start na formação de profissionais dentro desta nova visão de mercado’’, explica Araujo, que atua com a diretora de conteúdo Luca Predabon, formando uma dupla de pesquisadores em comportamento e inovação.


Teste

 

Segundo Amélia Malheiros, gestora da Fundação Hermann Hering, “TRAMA AFETIVA parte do princípio de que vivemos uma nova era movida pelo senso de responsabilidade coletiva e por um novo poder regido pela tendência comportamental batizada de Economia Afetiva. Um poder de organizar o todo – vida social, política, religiosa, econômica, cultural. O que por muito tempo foi visto como assunto fora de pauta, ganho cada vez mais espaço no lifestyle dos novos tempos. Este é um projeto piloto que pretendemos ampliar, formando profissionais para trabalhar na indústria com esta nova mentalidade”, afirma Malheiros.



 

TRAMA AFETIVA vai promover painel de estudos, imersão criativa e oficinas de produção, além de exposição aberta ao público dos produtos gerados nos dois meses de encontros. Como forma de amplificar o acesso, parte do conteúdo será transmitida ao vivo pelo Facebook.


Os produtos serão feitos a partir de resíduos têxteis da Cia. Hering e farão parte de uma exposição no galpão do ateliê de Marcelo Rosenbaum, de 09 a 13 de novembro.










/img/projects/large/-mg-1726.jpg














Quer ajudar a Fundação Hermann Hering a promover uma transformação social? Existem várias maneiras de contribuir ou então participar dos nossos projetos, confira:

Fundação Hermann Hering Museu Hering Centro de Memória