Trama Afetiva

O projeto TRAMA AFETIVA é uma iniciativa da FHH com direção criativa de Jackson Araujo e Luca Predabon e visa reunir criativos para repensar consumo e questionar os padrões sociais existentes, o projeto usa o DESIGN como ferramenta de transformação social para o coletivo. 

 

Desde suas primeiras edições, nossa Trama com tem o foco voltado para design, moda e empreendedorismo, conectando pessoas pelas práticas transformadoras da Economia Afetiva - um modelo de produção e consumo voltado para a geração de valor e responsabilidade socioambiental por meio da ressignificação de processos e produtos.




Sob a responsabilidade de curadoria de designers–tutores, diversos ‘trameirxs’ já participaram do projeto, que ganhou vida na forma de produtos pelas coleções CASCA (2016) e NÓS (2018), com o importante trabalho de construção sempre realizado pelo grupo colaborativo Cardume de Mães.




 


Em 2019 e sob o tema "Um novo passo rumo à Economia Circular” , 13 criativos previamente selecionados de várias regiões brasileiras participaram de uma verdadeira imersão sensorial e criativa ao serem desafiados a trabalhar colaborativamente com uma nova ecomatéria - um feltro feito a partir da desfibração de peças que retornam por motivo de trocas realizadas nas lojas da Cia. Hering -, que foi submetido a um novo processo de tecelagem industrial com a tecnologia da empresa paulista Feltros Santa Fé.  SAIBA MAIS AQUI


“Não podemos falar sobre resíduos têxteis ou sólidos sem mencionar o resíduo social, ou seja, os discursos e corpos ainda invisibilizados pela moda, como corpos negros, transvestigêneres e gordos, para citar alguns. Estamos sempre ampliando nosso foco de pesquisa para fortalecer as reflexões sobre origens, identidade e representatividade. Temos que perceber que a transformação da indústria, na busca por processos que contribuam para a regeneração do planeta através do reaproveitamento, parte do princípio de cuidado com as pessoas”, comenta Jackson Araújo.






Acreditamos que nossos esforços são ações estruturantes que buscam afetar a sociedade civil organizada a agir por mudanças que assumam a moda como uma micropolítica de transformação, entendendo micropolítica dentro dos seguintes aspectos:

// Redescobrimento dos pequenos coletivos, das tribos, das associações, do menor;

// Retorno ao diverso do que já foi nossa sociedade;

// Melhor alternativa para a constituição de um conjunto de multiplicidades singulares;

// Possibilidade de articular a diferença sem intermediação;

// Admissão de que o verdadeiro político é o sujeito que cuida de si e por isso pode cuidar dos outros.




Assim, a Trama Afetiva chega em 2019 com a certeza de que precisamos passo-a-passo seguir educando o consumidor sobre métodos de produção justa, limpa, transparente e com equidade. Fazer o consumidor entender que uma camiseta pode sim fazer a diferença no planeta.  

 

Acompanhe o projeto no Instagram @trama_afetiva





Quer ajudar a Fundação Hermann Hering a promover uma transformação social? Existem várias maneiras de contribuir ou então participar dos nossos projetos, confira:

Fundação Hermann Hering Museu Hering Centro de Memória